Eu acho que tá tudo errado...................



A submissa que se acha completa , um exemplo de submissão, implora por tudo porque é escrava e isso que uma escrava faz:
- implora servir
- implora por uns tapas
- implora superar limites (mias os 2 tapas que o Dom dá nela, não consegue superar nem o ai que ela dá)
- implora por uso
- implora por SM
- implora por domínio
- implora por sessão
- implora por ser lembrada
- implora por ser querida
- implora por ser desejada
- implora por prazer
- implora por ser fonte de prazer
- implora por ordens sem ser as de sempre: lavar a louça, passar a roupa e ir embora
- implora por inovação na cama
- implora por não ser a mesma posição sexual de sempre

Submissão é implorar, implorar para ser feliz, implorar para ser completa, e essa é a submissão perfeita, linda e ideal

Diferente da sub robô que tudo diz amem, essa, na passividade da relação, implora por tudo.............confundindo submissão e passividade

Perdeu o amor próprio e é dependente de tudo aquilo, e ainda por cima se acha....rsrsrsrs

E o Dom

Que não entendeu que dominação não surge, não é temporal, influenciada por nada, é como ser hetero ou ser gay, ou é ou não é

Algo automático, não um papel a se interpretar

E esse interpreta muito bem

Vive uma relação baunilha que custa a aceitar, vive dizendo que só tem relação SM, e de S e de M nada tem, a coitada da sub , implora até para Ele lembrar dela ali

Ela grita silenciosa, Ele domina silencioso tbm

Ele é o Dom que gosta de dizer Dom, gosta do status de Dom, é o que mais tem
Mais não faz questão de sessão, de prática, de sexo, de uso, de romper limites da sub, de deixar ela cada vez mais entregue
Não percebe a excitação dela e a forma que deseja mais, seja em práticas, seja no sexo, seja em excitação momentânea, é egoista demais para isso
Não faz questão dela não ter pensamentos, não ter personalidade e nem vontades próprias
Não faz questão dela ser um robô, semelhante os dos Jetsons, com a diferença que não tem aquela personalidade de ouro e autêntica

Ambos se consideram exemplos, de domínio e de submissão Eu como não sou sub robô, discordo de tudo isso e ainda falo na cara isso não é submissão e muito menos dominação sub que fica literalmente na mão, ou com o chicote na mão, dando na própria bunda, tentando romper limites, fica na passividade de uma relação, e ainda sai como vilã, que falta amor próprio e coragem de encarar a verdade A submissa é a mulher forte que aceita suas verdades, seus limites, e anseia superar, e tem ao lado um Homem, com H maiúsculo, para ajudar, apoiar e não deixar para lá, para outra hora para depois..............sempre para depois, até o nunca............ Ele, na sua imaturidade, se intitula algo que não tem competência para ser, finge e com papinho mole, dobra uma perdida na confusão de vontades e sentimentos Não é certo julgar, mais tem momentos e coisas como essa que não dá para passar em branco Esse é um dos fatores da atual "festa das coleiras", onde não se é dada a importância para uma coleira, para o nome, e para a relação SM

MFD_[margoth]

Um comentário:

Mayrika disse...

Menina, menina...

PARABENS pelo seu texto, amei cada pensamento, cada frase, cada conclusão. Bom saber que nao sou a unica q pensa assim, que questiona, que observa e tenta entender essa loucura que o SM virou atualmente...
Parabens q pela tua maturidade como submissa. Muito feliz por vc e pelo MFD.

beijao

May